Como se produz um anime?

Como se produz um anime?

 

Neste artigo vou explicar como é produzido um anime, os custos para produzir um anime e se ele pode ou não ter uma segunda temporada.

 

O lucro de um animes são as venda de mangas/light novel, DVDs/Blue-rai e de merchandising, tem a editora que trabalha diretamente com os artistas (que fazem suas obras que pode ser light novels ou mangás, que os animes são baseados), o custo de produção desses pode ser um pouco mais de 1.000.000 Iens por edição de 50 paginas (um pouco mais de 30.000 reais).

 

O estúdio que propriamente faz a animação, essas animações são baseadas nos mangás ou nas light novels, elas não interagem com os artistas diretamente em todos os passos, interagem principalmente com a editora, um episodio de anime 8.000.000,00 a 10.000.000,00 de Iens (cerca de 200.000,00 a 300.000,00 reais) e um filme de animação custa 24.000.000,00 de Iens (826.000,00 reais).

 

como-se-produz-um-anime-02

Agora como são divididos os lucros da animação, tem dois casos:

Quando um estúdio procura uma editora se propõem para animar uma de suas obras:

  • Editora:

Normalmente quando um anime sai tem um aumento da venda do mangá ou light novel que virou anime, este lucro é todo para a editora, mais é pago uma porcentagem (não passa de 10%), e ele tem uma pequena porcentagem dos merchandisings produzidos (não passa de 10 %).

  • Estúdio:

Quando sai um novo anime, a editora paga os custos de produção, e lançam DVDs e Blue-rai do anime (neste caso tudo é repassado para o estúdio), ele tem que arcar com a divulgação e não recebe porcentagem dos merchandisings (a menos que tenha o nome do estúdio, então é repassado no máximo 10% a editora também).

 

Quando a editora procura um estúdio para animar uma de suas obras:

  • Editora:

A editora pede para fazer um anime de uma de suas obras (normalmente quando a editora pede, ela e o estúdio dividem os custos de produção, mas se tratando de uma segunda temporada, então normalmente ela arca com todos os custos da obra).

  • Editora:

Quando a editora pede um novo anime, analisa as vendas do original e escolhe fazer ou não fazer o anime, mas de qualquer jeito vai ter algum lucro (porque já tem parte do valor de produção e as vendas dos DVDs e Blue-rai), e as vezes não tem que repassar porcentagem por usar a imagem da obra da editora (depende do acordo entre eles).

como-se-produz-um-anime-03

Filmes:

Normalmente a bilheteria se paga os custos de produção do filme em animação, incluindo a porcentagem por usar a imagem da obra da editora.

 

Split Cour:

É quando o anime já esta pago uma segunda temporada (existem casos de Split Cour triplo, que deste o começo já estava planejado para fazerem uma terceira temporada, mas não são comuns), resumindo, todos os custos de produção já estão pagos e o anime tem seuas temporadas próximas (normalmente tem 3 meses de intervalo, mas não passa de 1 ano de intervalo).

 

Animes de audiência:

Esses animes tem o custo de produção pagos por redes de TV, são normalmente aqueles passa o anime por muitos anos (como One Piece, Bleach, Log Horizon, etc), como nesses casos o estúdio não tem custo, eles vendem DVDs e Blue-rais como um extra.

como-se-produz-um-anime-04

Exceção:

Existem alguns animes que tem muito sucesso, que independente dos custos, ele dá lucro a editora e ao estúdio, que o próprio estúdio corre atrás de uma segunda ou terceira temporada (ex: Sword Art Online), ou se eles forem pagos por uma força externa, para fazer publicidade a um produto ou serviço (como no caso de Noragami Aragoto, que teve os custos pagos por uma empresa de teatro, porque estavam fazendo uma peça sobre noragami).

 

Resumindo:

Um anime só terá outra temporada se o estúdio ou a editora tiver lucro, falando francamente poucos animes tem uma continuação (inclusive já teve casos de animes que não tiveram continuação, mesmo dando lucro a editora e ao estúdio), os dados tive através dos sites Intoxi anime, shoujo-café e confidence cambio.

Bruno Falcão

Strike the blood 2 episodio 01 Shakunetsu no Takkyuu Musume episodio 10