Ore ga Ojou-sama Gakkou ni Shomin Sample Toshite Gets Sareta Ken

Ore ga Ojou-sama Gakkou ni Shomin Sample Toshite Gets Sareta Ken

 

O nome desse anime é se chama Ore ga Ojou-sama Gakkou ni Shomin Sample Toshite Gets Sareta Ken (nome muito grande), ou também é conhecido como Shomin Sample, ele é baseado na light novel de Takafumi Nanatsuki, animado pelo estúdio Silver Link (que animou Rakudai Kishi no Cavalry, Tasogare Otome x Amnesia, Strike the Blood ), e tem os gêneros de comedia, escolar, ecchi, harem e romance.

 

O protagonista desse anime é Kimito Kagurazaka, que um dia foi “convidado” (raptado) para ir a uma escola só para garotas ricas (colégio jogakko), que foi construída para as filhas dos homens mais ricos do mundo.

 

Como o colégio era um mundo à parte (o colégio era escondido, poucas pessoas sabiam de sua existência, só era permitido garotas, com raras exceções), basicamente era um internato para garotas, onde cada garota tinha sua própria maid e elas só iriam no mundo de fora do colégio quando se formavam.

 

Acontece que várias garotas que se formavam no colégio jogakko não se adaptavam a vida de fora do colégio, nisso resolveram trazer uma amostra de plebeu do mundo externo (este seria Kimito), e matricularam no colégio jogakko para as garotas irem se acostumando com o mundo externo.

 

O inconveniente é que tinha requisitos de quem escolheriam, tinha que ser um plebeu que estivesse no secundário, altura e peso na média dos estudantes, e para a segurança das garotas, o garoto tinha que ser gay, a maid Kuro (Miyuki Kuro, uma das formadas dessa escola e ficou sendo uma maid da escola), pesquisou e selecionou Kimito (ela ouviu boatos que ele gostava de caras musculosos).

 

Quando a maid Kuro e a diretora da escola explicaram o motivo dele estar lá, Kimito só corrigiu um fato, o de ele não ser gay e nem gostar de músculos, vendo o erro das duas, só quiseram explicar que se ele não fosse gay, deveria ser castrado ou iria ser deportado para local desconhecido pelo resto da vida, então Kimito rapidamente disse que era gay e que adorava músculos.

 

Vendo que seria algo ruim de admitir (que elas raptaram Kimito por engano), as duas fingiram que aceitaram na mentira dele, Kimito foi aceito na escola e logo foi se enturmando com as garotas, até criaram o clube do plebeu, que era Aika, Reiko, Karen, Hakua, e logicamente Kimito também (e o clube é no quarto dele), mas sempre o maid Kujo suspeitava que Kimito estava ficando íntimo de suas amigas, ela vinha com uma tesoura gigante e ele sempre falava que era gay e gostava de músculos.

spoiler

Basicamente quero ressaltar três coisas, que podem ser consideradas spoilers, mas dá um entendimento ao anime (embora ele já tenha passado).

1 – Todas as garotas do clube do plebeu acabaram se apaixonando por Kimito, embora ele não pareça ter nenhuma atração por nenhuma delas (a única coisa que indica que Kimito não é gay são os mangás em seu armário).

2 – Que a maid Kujo escolheu Kimito (embora tivesse outros candidatos) e que ela fez isso por ter gostado dele e o queria manter perto dela.

3 – A piada de Kimito ser gay só foi engraçado uma vez no anime inteiro, quando Kimito encontrou o irmão de Reiko (que é siscon), e a maid kuno falou que ele res gay e gostava de músculos, pegou no ombro do irmão da Reiko e elogiou seus músculos, sob o terno (comecei a ter crises de gargalhada nessa cena).

 

Gostei muito desse anime (ele é muito focado no ecchi e no harem, e não mostra muito desenvolvimento dos personagens, mas é muito bom), com auxilio do site myanimelist.net, esse anime teve a nota de 7.6.

Bruno Falcão

Orange episódio 08 Ore Monogatari!!