Outbreak Company

Outbreak Company

 

Este anime foi baseado na light novel de mesmo nome, criado por Ichiro Sakaki, animado pelo estúdio Feel (que animou Dagashi Kashi, Kiss x Sis, Kono Bijutsubu ni wa Mondai ga Aru), e tem os gêneros de aventura, comedia, cotidiano, ecchi, harem e fantasia.

 

A historia se passa em torno de Kanou Shinichi, um rapaz otaku, desempregado e que mora sozinho (basicamente um NEET), um dia ele viu em seu computador um anuncio de trabalho para um otaku, e nele tinha que responder 200 questões (pelo que vi pelas primeiras questões, só mostrou as primeiras, não parecia ser difícil), ele respondeu e rapidamente o chamaram.

 

Um publicitário (aparentemente), falou que ele tirou a nota máxima no teste, ele lhe ofereceu uma bebida de Shinichi, Shinichi tomou e apagou, ao acordar, eles estava diante de sua empregada (Myucel Foaran), uma combatente do FAJ (Minori Koganuma), Matoba Jinzaburo (quem o entrevistou), o falou que ele estava em um mundo paralelo.

 

Ele lhe disse que esse mundo é paralelo (lembra o mundo de Gate: Jieitai Kanochi nite, Kaku Tatakaeri), que descobriram uma passagem interdimensional, dentro de um buraco, nos arredores do monte Fugi, ele disse que esse mundo parecia de fantasia (mas era real) e embora eles estejam séculos atrás de nos, tecnologicamente falando, eles tem magias de grande poder destrutivo, e para ficar amigo dessa terra, o Japão ofereceu muitos presentes, mas coisas do gênero anime foi a mais popular.

 

Então os políticos Japoneses pensara em contratar um otaku para ser um embaixador de entretenimento (ou seja, Shinichi), ele receberia salario e um estoque de produtos otaku (figures, games, animes, mangás, novels, etc).

 

Posteriormente ele conhece a rainha desse reino (Petralka Anne Eldante III), que ele teve que se apresentar como embaixador do Japão, só que como ele é um otaku e Petralka parece ter 12 anos e é MOE (embora ela tenha 16 anos), ele já começa a mostrar o quanto sem noção ele é.

 

O governo japonês até criou uma escola para difundir mais a cultura otaku (lá ensinam ler, porque as línguas são diferentes, e tudo sobre a cultura otaku).

 

Acho improvável que façam uma segunda temporada, seria interessante, mas como a historia tem começo, meio e fim, acho improvável, mas ela mostrou que tem um potencial para novas historias (spin-off), por isso acho mais provável fazerem OVAs sobre esse anime.

 

Gostei desse anime (embora teve outros animes com historias parecidas), com o auxilio do site myanimelist.net, darei a nota de 7.5.

Bruno Falcão

Ouran High School Host Club Overlord