Tokyo Ghoul

Tokyo Ghoul

 

O mangá de Tokyo Ghoul foi criado em 2011 pelo autor Sui Ishida, hoje já considerado best seller, se transformou em anime em 2014 com sua primeira temporada contendo 12 episódios, a segunda temporada saiu um ano depois com mais 12 episódios, as duas temporadas foram animadas pelo estúdio Pierrot (que animou Naruto, Beelzebub, Sousei no Onmyouji).

 

Esse anime foi muito aclamada por fãs e imprensa nos últimos anos (principalmente a 1ª temporada), ele teve várias indicações para prêmios em 2014 e 2015. Tokyo Ghoul é um Seinen com muitos elementos de terror, suspense, sobrenatural e drama por todo seu enredo, tudo sempre envolto por um clima bem pesado principalmente vindo da fotografia do anime. Há muitas cenas de violência explícita e tortura, tornando o anime não recomendado para o público mais novo.

O protagonista da história é Ken Kaneki, um jovem muito comum com problemas de socialização devido a sua timidez, mas que por ser um ávido leitor de livros de terror acaba chamando atenção de Rize Kamishiro, também apaixonado por ler livros desse tipo. Um dia Kaneki leva para um encontro em uma livraria.

 

Enquanto isso, através dos noticiários, reportagens mostram que Tokyo já a algum tempo vem sofrendo com ataques de uma raça de seres chamados Ghouls, eles se alimentam de carne humana e podem se disfarçar de humanos comuns e viverem normalmente em sociedade.

 

Após o encontro, Enquanto Kaneki acompanhava Rize até sua casa, ela se revela uma Ghoul e o ataca e tenta devorá-lo vivo, por sorte Rize sofre um acidente e Kaneki é salvo ainda vivo e levado ao hospital. Após um tempo no hospital, Kaneki, começa a sentir-se um pouco estranho, com pouco apetite e um gosto muito ruim na boca, quando é liberado para ir pra casa, vendo o noticiário ele começa a perceber que está com características dos Ghouls, não conseguindo mais comer alimentos normais, ficando incontrolavelmente atraído por carne humana. Kaneki percebe então que após o incidente com Rize, se transformou em meio humano meio Ghoul e terá de se envolver com eles para tentar sobreviver e voltar a ser um humano.

 

Por trás de todo sangue e questões sobrenaturais de Tokyo Ghoul, há ótimas temas como o canibalismo, o certo ou errado de ações de determinados povos ou culturas, o diferente e a adaptação e aceitação dessas pessoas a sociedade e por ela. O anime conta com poucos episódios o que faz com que alguns personagens não sejam bem desenvolvidos, entretanto, há episódios bem emocionantes que valem por esses deslizes. Para fãs de terror, suspense acontecimentos sobrenaturais ou para aqueles que querem entrar para esse mundo, Tokyo Ghoul está totalmente recomendado Zero (curiosidade, esse anime muitos amam e odeiam porque a 1ª temporada foi uma boa adaptação do mangá e a 2ª começou adaptando do mangá, mas lá para o episodio 2 foi só filler).

O anime tem 2 temporadas, 2 OVAs, 7 mangás, 1 light novel e um filme live action previsto para este ano (2017).

Anime – tem 2 temporadas (de 12 episódios cada uma, denominadas Tokyo Ghoul e Tokyo Ghoul √A), e as duas contam a historia de Kaneki.

OVAs – denominadas Tokyo Ghoul: Jack (mostra a adolescência dos dois investigadores de goul, Arima  e Taishi, e porque eles levam seu trabalho como pessoal) e Tokyo Ghoul: Pinto (que conta a historia de um ghoul que se apaixonou por uma humana).

Mangás – são Tokyo Ghoul (One Shot), Tokyo Ghoul: Jack, Tokyo Ghoul: Joker, Tokyo Ghoul: Redrawn, Tokyo Ghoul: Side Story Rize, Tokyo Ghoul:re e Tokyo Ghoul:re.

 

Gostei desse anime (as dias temporadas tem desenhos bons e animações medias, só que na 1ª temporada a historio foi boa, na 2ª temporada a historia foi mediana), com ajuda do site MAL, a 1ª temporada ficou com a nota de 8.1 e a segunda ficou com a nota de 7.1, então dou a nota final de 7.6.

Bruno Falcão

Boruto: Naruto Next Generations Episódio 13 Novo trailer de Death Note